Primeiro Partido Comunista do Brasil

Primeiro Partido Comunista do Brasil

O Partido Comunista – Seção Brasileira da Internacional Comunista (PC-SBIC), também conhecido inicialmente como Partido Comunista do Brasil e posteriormente como Partido Comunista Brasileiro (PCB) foi um partido político brasileiro, baseado ideologicamente nos princípios do marxismo-leninismo, com expressão nacional e forte penetração nos meios sindicais e estudantis. Fundado em 25 de março de 1922, sob a sigla PCB – Partido Comunista do Brasil, publicado no Diário Oficial da União em 4 de abril de 1922 sendo Partido Comunista – Seção Brasileira da Internacional Comunista – PC-SBIC; Seu símbolo era uma foice e um martelo cruzados, em amarelo, sobre fundo vermelho, representando a união entre os trabalhadores do campo e da cidade.

Também chamado de “Partidão”, foi o primeiro partido político brasileiro assumidamente de esquerda. Por diversas vezes, foi colocado na ilegalidade e posteriormente legalizado novamente, razão pela qual sua história permanece em grande processo de disputa.

O PCB foi a matriz da qual emergiram uma série de partidos importantes na dinâmica política brasileira, tais como o Movimento Revolucionário Oito de Outubro (MR8), sendo que três partidos políticos com registro no TSE afirmam ser seus legítimos sucessores: o Partido Popular Socialista (PPS), cujo número eleitoral é o 23 (reconhecido como sucessor legal, pelo TSE); o Partido Comunista Brasileiro (PCB), cujo número eleitoral é o 21; e o Partido Comunista do Brasil (PCdoB), cujo número eleitoral é o 65. Alguns pesquisadores apontam o PCB, e outros apontam o PC do B como sendo não apenas sucessores, mas sim o velho Partidão, e ambos os partidos apontam sua data de fundação como sendo a data oficial da agremiação fundada na década de 1920, apontando um ao outro como uma dissidência.